franquia de roupas

Franquia de roupas baratas e de grife: Conheça nossa seleção.

Já se foi o tempo em que os maridos endinheirados abriam uma loja de roupas para a esposa somente para ocupar o tempo dela. Hoje, principalmente com a opção de abrir franquia de roupas, o negócio de vender vestuário é lucrativo e profissional.

Moda feminina, masculina ou infantil?

Tudo bem, você viu que leva jeito para vender roupas. Então, agora, vai escolher seu público.

Todo mundo sabe que vender para mulheres, principalmente roupas, sapatos e acessórios, é um grande negócio. Por questões culturais, as mulheres têm uma tendência maior a serem vaidosas, preocuparem-se com a beleza e elegância.

Por outro lado, não podemos esquecer o público masculino, que (assim como o Cristiano Ronaldo, jogador de futebol) está cada vez mais preocupado com sua aparência.

E também temos o público infantil. Nesse caso, vende-se para homens ou mulheres adultos, que compram para seus filhos ou para presentear filhos de seus amigos ou parentes.

Vamos à nossa seleção das melhores franquias de roupas do Brasil.

Franquias de roupas unissex

 

Franquia de roupas:

Investimento Inicial

Público

Franquia Hering Store +- 500 mil Roupas Unissex
Franquia M. Officer +- 400 mil Roupas Unissex e Acessórios
Franquia Taco Jeans Não informado Roupas Unissex
Franquia Container +- 80 mil Roupas Unissex

Franquia de roupa feminina e moda íntima

 

Franquia de roupas:

Investimento Inicial

Público

Franquia Scala +- 350 mil Femininas/íntima
Franquia Hope Lingerie +- 300 mil Femininas/íntima
Franquia Planet Girls +- 350 mil Roupa feminina e acessório

Franquia de roupas infantis

 

Franquia de roupas:

Investimento Inicial

Público

Franquia Lilica e Tigor +- 450 mil Infantil
Franquia Lápis de Cor +- 80 mil Infantil
Franquia Alphabeto +- 90 mil Infantil

E franquias baratas, não tem, não?

Tudo muito legal, tudo muito bonito acima, o problema são os preços. As franquias de roupas, principalmente quando exigem loja de rua ou de shopping, são bastante caras. Nem tanto pela taxa de franquia, mais pelo ponto comercial, as reformas no imóvel, os aluguéis, o estoque inicial, o grande capital de giro, etc.

Qual a saída para quem tem pouco dinheiro para investir?

Bom, nesse caso há duas possibilidades para se trabalhar com venda de roupas, sem ser, necessariamente, abrir franquia de roupas:

1) Você se tornar revendedor/revendedora de uma marca.

Segundo essa notícia, a Marisa já está adotando um modelo parecido com o da Natura. Esse modelo é muito adequado para roupas íntimas, roupas de ginástica (moda fitness) e até para públicos mais específicos, como moda plus size ou roupas evangélicas.

Para roupas de baixo, por exemplo, tornar-se uma consultora (o nome atual que se dá a revendedoras) é uma ótima opção.

 

2) Vender roupas de marca importadas

Ok. Se franquia de roupas está fora de cogitação pelo alto capital necessário e você leva jeito mesmo é mesmo vender roupa em si (camisas, calças, etc.), mais do que moda íntima ou fitness, uma opção é aprender a importar roupas multimarcas e vendê-las com uma boa margem de lucro.

Claro que sempre é bom aprender a importá-las a baixo custo. Pois você pode começar fazendo isso para adquirir roupas para você e sua família. Depois, você vê como é fácil, pega o jeito da coisa e aí pode começar a trabalhar com isso.

Com poucas calças jeans ou camisas de marca que você vende, já pode ter aí uma considerável renda extra mensal. Dependendo de como você está se saindo, pode até passar a viver disso.

Esse curso abaixo, a academia do importador, ensina passo a passo todos os segredos para importar roupas com baixo custo. Creio que é uma ótima saída, até mesmo para você começar na área. Fica a sugestão.

 franquia de roupas

Franquia de roupas baratas e de grife: Conheça nossa seleção.
4.4 (88%) 5 votes
Gostou do post? Melhor do que tudo que você vê por aí?
Receba GRÁTIS, UMA VEZ por mês, nossas super-dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *