franquias no brasil

Franquias no Brasil? Conheça franquias que antes eram lojas próprias

Praticamente toda rede de sucesso estrangeira já tinha loja própria no Brasil. Porém, para acelerar o ritmo de expansão, várias resolveram adotar o sistema de franquias no Brasil.

Segundo a A.B.F., somente no ano que passou, quase 50 marcas estrangeiras passaram a ser franqueadoras no Brasil.

Algumas empresas famosas, como a Nike, resolveram aproveitar a Copa do Mundo que vem por aí e alcançar o maior número de clientes possível.

Uma das estratégias da Nike, por exemplo, para expandir suas franquias no Brasil, foi de zerar a taxa de franquia (que antes era de 30 mil reais) para a abertura de lojas de artigos oficiais do time brasileiro de futebol.

Reduzindo o investimento inicial e oferecendo oportunidades em três formatos (corner, loja e quiosque) e até mesmo a possibilidade de franquias temporárias, a expectativa é conquistar o país.

Mas não é só ela que está de olho em franquias no Brasil. Outras grifes tinham lojas próprias e resolveram que era a hora de tornarem-se franquias:

 Lista de franquias no brasil recentemente

* Adidas, que é concorrente da Nike em franquias de artigos esportivos;

* Calvin Klein, GAP e Tommy Hilfiger, por exemplo, que podem aproveitar o real valorizado para trazer seus produtos têxteis a baixo custo do exterior.

 Mas não basta vir, tem de saber tudo sobre franquias no Brasil.

Não é o caso das marcas que citei, que, antes de abrirem franquias no Brasil, já atuavam aqui há muito tempo. Porém, se você encontrar alguma marca estrangeira recente no país, antes de se empolgar para ser um dos primeiros franqueados, procure saber se o produto daquela empresa tem boa aceitação no mercado nacional (se é um produto testado e aprovado pelos consumidores) (por exemplo, se for vestuário, veja se as calças não têm a cintura muito alta, próximo ao umbigo, típico de redes americanas, mas que não têm tanta aceitação por aqui).

 Preços de franquias no Brasil

A maioria dessas franquias de sucesso no Brasil não são baratas quando se quer adquirir um produto. Porém, na hora de tornar-se um franqueado e vender, a coisa é um pouco diferente.

É claro que os custos se elevam, pois você precisa de um ponto de comércio diferenciado (para atingir um público de classes mais altas), o estoque a ser adquirido também é mais caro (por isso é necessário um capital de giro maior) e a taxa de franquia também costuma ser maior. A Adidas, por exemplo, necessita de um capital inicial entre 500 e 1 milhão de reais.

Porém, em grifes, trabalha-se com uma margem de lucro maior, de maneira que o prazo de retorno do investimento costuma ser parecido com as outras marcas, concorrentes, nacionais.

Franquias no Brasil? Conheça franquias que antes eram lojas próprias
5 (100%) 1 vote
Gostou do post? Melhor do que tudo que você vê por aí?
Receba GRÁTIS, UMA VEZ por mês, nossas super-dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *