lucrar na crise

Conheça 3 negócios que lucram mais com a crise!

Todo mundo sabe que em determinadas línguas crise e oportunidade são representadas pela mesma palavra. Mas isso é um conselho muito genérico e ele, por si só, não ajuda ninguém a superar os problemas.

Do que a gente precisa é justamente transformar esse conselho geral em algo prático, pois teoria não paga escola, não põe comida na mesa, nem abastece o carro de ninguém.

Vamos agora a 3 dicas que servem para qualquer um evoluir com a crise, depois, veremos 3 tipos de negócios que estão lucrando mais com a crise e, por fim, uma opção de franquia barata que está tendo bons lucros. Vamos lá?

Oportunidade para o pequeno empresário

Um bom conselho que vi na televisão foi de um consultor de pequenos negócios lembrando que, durante os anos de bonança, o pequeno empresário sempre se descuida do controle dos gastos. Passa a ser tolerante com muita despesa desnecessária em seu empreendimento. A crise, quando chega, dá um “choque de realidade” no microempreendedor para que ele arregace as mangas, encare o problema de frente e “passe a faca” nos custos inúteis, sem piedade.

Oportunidade para o empregado

O problema para o empregado nessas horas é o medo de perder o emprego. Não é apenas uma questão de apego ao posto de trabalho é uma questão de necessidade: hoje, todo mundo tem dívidas e, se a fonte de renda seca, é impossível imaginar o dia de amanhã.

Mas o que o empregado pode fazer, então? A primeira coisa a se fazer é sondar outras empresas. Você estava acomodado em seu local de trabalho e deixava tudo no piloto automático. Se seu emprego está em risco (não por sua culpa, mas porque a empresa está em dificuldades), é hora de atualizar o currículo, retomar os contatos com pessoas influentes de sua área e dar uma voltinha por aí.

No mínimo, você reforça aquele network (rede de relacionamentos) que estava meio esquecido. Ele pode ser útil depois.

E a crise para quem já perdeu o emprego?

Se você já perdeu o emprego, a dica é não desesperar. Você provavelmente receberá um bom acerto. Com esse dinheiro, você pode abrir o seu próprio negócio e se tornar independente. Quer algo melhor?

Aqui no site há dicas para todos os níveis de renda. Independente de quanto dinheiro você tem, aqui tem uma dica que será útil para você. Aproveite! Mas não se afobe, é necessário planejamento para que um novo negócio dê certo. Vá com calma.


Vamos aos 3 exemplos de negócios que aumentam os lucros na crise?

  • Escritórios de advocacia trabalhista.

Já ouviu falar no ditado de que, quando os outros choram, o melhor é vender lenços? Em Itabira, MG, a mineradora da cidade demitiu milhares de funcionários. Adivinha quem está trabalhando quase 24 horas por dia? Os advogados trabalhistas. Claro que não dá para se tornar advogado de um dia para o outro, mas a ideia é válida: qual o serviço mais procurado nos momentos de crise?

 

  • Produtos nacionais que sofrem com os chineses.

Sabe aquela fábrica que estava na corda bamba com a concorrência chinesa? Como o dólar quase dobrou, a indústria nacional está tomando um bom fôlego para conseguir competir. Que tal se tornar representante ou distribuidor de um ramo assim?

 

  • Produtos usados e consertos/reparos

No início da crise, as vendas de carro novos caíram, mas as de usados subiram! Agora, como a crise se agravou, a venda de carros usados também caiu, mas porque são bens muito caros. No caso de bens mais baratos como celulares, a procura por conserto ou por usados cresceu demais. Todas aquelas pessoas que queria comprar um novo, agora estão optando pela solução mais em conta.

Reparos de roupas também estão em alta. Uma opção de franquia barata nesse ramo é a Restaura Jeans.

 

Conheça 3 negócios que lucram mais com a crise!
3.67 (73.33%) 3 votes
Gostou do post? Melhor do que tudo que você vê por aí?
Receba GRÁTIS, UMA VEZ por mês, nossas super-dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *